Publicado em:

FeatherPad: o editor que eu estava esperando

Neste último fim de semana instalei o Debian. Já havia usado essa distribuição Linux anteriormente, mas nunca tinha conseguido instalar o Sid, a versão unstable, que traz os pacotes mais recentes que foram introduzidos no Debian. Dessa vez, porém, correu tudo tranquilo com a instalação: depois de instalar o sistema básico, alterei o arquivo sources.list em /etc/apt/, atualizei com o comando apt-get update, depois usei apt-get upgrade, e por fim o apt-get full-upgrade.

Sistema instalado, fui dar uma checada no Synaptic e ver se eu encontrava um editor de textos que fosse leve, pois não gosto de usar o Writer (do LibreOffice) para tudo. Encontrei o FeatherPad (free software), do qual nunca tinha ouvido falar, e baixei para testá-lo. E eis que esse programa era exatamente o que eu estava querendo: ele é leve, permite que o usuário altere o tamanho e o tipo de fonte (eu escolhi a quicksand, que eu adoro… aliás, é a mesma que eu instalei aqui no blog) e a cor de fundo. Ele também mostra o número de palavras usadas no texto, tem suporte à verificação ortográfica para o nosso idioma, o português, através do Hunspell (é só apertar a tecla F2), e permite fazer buscas com regex (regular expressions, ou expressões regulares), além de poder abrir arquivos também pelo método drag and drop (é só arrastar e soltar o ícone de algum arquivo de texto para dentro da janela do editor), além de vários outros recursos. Para ver a lista completa, clique aqui. Tirei um screenshot da janela e vou colar a imagem aí embaixo:

Fui usuário de uma plataforma de microblog chamada notepin, há alguns anos. E o recurso do qual eu mais gostava era o “ambient sound” (som ambiente), que tocava um áudio de ruídos de pessoas em um restaurante, enquanto você digitava o seu texto. Seria muito legal se os editores de texto viessem com algo assim, mas infelizmente eles não vêm. Porém, se você realmente quiser ter ambient noises no Linux, você pode instalar um outro programa: um player mínimo e integrado chamado anoise. Ele foi feito para ser instalado no Ubuntu, usando PPA (“Personal Package Archive”). Para tentar instalá-lo no Debian também, basta seguir as instruções descritas nesse artigo do website linuxconfig.org

Concluindo, eu dou nota 10 para o FeatherPad. A página oficial dele é essa aí:

https://github.com/tsujan/FeatherPad

Outra forma de instalar esse editor de textos no Linux é usando Snap:

Compartilhar: